fbpx

Atendimento de Segunda a Sexta, das 9h às 12h e das 13h às 17h

27 set

Como sua empresa pode ter um planejamento tributário eficiente!

Quando falamos em empreender, uma das maiores preocupações dos empresários ou microempresários está relacionada aos altos valores de impostos e taxas que precisam ser pagas. Afinal, o Brasil é um dos países que apresenta as mais elevadas taxas de tributação do mundo, que acabam por inviabilizar muitos projetos.

Devido a essa carga de impostos, é importante que as empresas contem com o auxílio de um profissional especializado (contador) ou escritório contábil para saber qual planejamento tributário é mais adequado para seu negócio e qual a melhor forma de administrá-lo.

Com um planejamento tributário eficiente a empresa tende a crescer, já que o principal objetivo é a diminuição do pagamento de impostos e tributos da organização, tudo de forma legal.

 

Mas, afinal, o que é planejamento tributário?

Como sabemos, a maioria das empresas precisam fazer o pagamento de impostos, independente do setor que atua. A diferença é que algumas possuem encargos maiores, devido ao seu tamanho e número de funcionários, por exemplo.

E é a fim de organizar e encontrar estratégias legais que otimizem os valores pagos por uma empresa que o planejamento tributário existe. O planejamento tributário é uma gestão fundamental para organizações que buscam reconhecimento no mercado, sem deixar, é claro, de cumprir com todas as suas obrigações tributárias.

 

Modelos de regimes tributários no Brasil

Para isso, há três tipos de regimes tributários hoje no país: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. Para saber quando e qual deles implementar na sua empresa é preciso um estudo detalhado dos setores e atividades realizadas na firma. Confira abaixo o que cada um deles diz!

 

Lucro Presumido

O Lucro Presumido conta com tributação simplificada para o cálculo de tributos do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL). As alíquotas, nesse caso, variam de 8% para empresas da indústria e comércio e 32% para prestação de serviços.

O Lucro Presumido é indicado para as empresas que possuem um faturamento anual de até R$ 78 milhões ou também para as organização com folha de pagamento baixa e poucos custos operacionais.  

Assim como o nome já diz, esse regime tributário, presume o lucro que a empresa pode ter a partir da sua receita bruta e outras receitas. 

 

Lucro Real

O regime tributário de Lucro Real é obrigatório para empresas que faturam mais de R$ 78 milhões no ano, mas também pode ser opção para as com rendimento inferior a esse valor.

Seu objetivo também é de calcular o Imposto de Renda de Pessoa Jurídica e a Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido, mas de forma detalhada. As alíquotas no Lucro Real variam de 9% a 15%, além do pagamento do PIS E COFINS e demais tributos da empresa. 

Seu regime baseia-se no faturamento mensal ou trimestral da organização. O valor gasto com impostos é feito sobre o lucro efetivo.

 

Simples Nacional

Dos regimes tributários existentes, o Simples Nacional é o mais recente. Implementado em dezembro de 2006 é indicado para as micro ou pequenas empresas, a fim de simplificar o pagamento de impostos da categoria. 

O Simples Nacional apresenta alíquotas nominais que variam de 4% a 22% e é menos burocrático, pois reduz a carga tributária, a partir do pagamento de impostos numa única guia. Para isso, a empresa não pode ter renda superior a R$ 4,8 milhões e também verificar se a atividade em questão se encaixa no regime.

 

Vantagens de ter um planejamento tributário eficiente

 

– Reduz os valores de recolhimento de impostos;

– Evita a incidência de tributos;

– Retardar o pagamento de uma obrigação tributária.

 

3 dicas de como ter um planejamento tributário eficiente

 

Analisar o passado fiscal da empresa: essa etapa é fundamental para verificar toda carga tributária anterior da empresa, para que assim, possa-se diminuir o valor dos impostos e taxas a serem pagas.

Planejar ações: nessa situação, são elaboradas as estratégias para melhorar o planejamento tributário. Aqui, são criadas ações para aumentar o fluxo de caixa da empresa.

Verificar os benefícios: por fim, depois das estratégias já estruturadas e colocadas em prática é preciso analisar quais os benefícios das ações sobre o planejamento tributário da empresa.

 

Agora que você já sabe como sua empresa pode ter um planejamento tributário eficiente, que tal contar com a ajuda de um escritório de contabilidade? Siga a MCA Assessoria Contábil nas redes sociais Facebook e Instagram e veja mais informações sobre nossos serviços!

 

 

 

 

 

 

 

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL