fbpx

Atendimento de Segunda a Sexta, das 9h às 12h e das 13h às 17h

7 out

eSocial: o que é e quais suas vantagens para as empresas

A tecnologia está tão presente no nosso dia a dia que até mesmo as relações trabalhistas têm ela como aliada. Seu objetivo principal é otimizar as rotinas de trabalho e a burocracia da resolução de documentos, principalmente com a contratação de novos colaboradores. Para isso o governo criou uma plataforma digital: o eSocial. 

Com o programa há maior facilidade na comunicação das empresas com o governo para repassar as informações dos trabalhadores. Uma maneira de padronizar as declarações trabalhistas e previdenciárias dos colaboradores num único sistema. 

 

Para explicar melhor como o eSocial funciona, como foi criado e qual a finalidade, a MCA Assessoria Contábil preparou esse texto. Confira abaixo mais informações!  

 

Mas, afinal, o que é eSocial? 

 

Em 2014, após o decreto nº 8373 do Governo Federal, foi criado o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial). Porém, implementado somente em 2018, seu objetivo principal é facilitar o cumprimento às exigências trabalhistas impostas pelo governo para as empresas.  

A partir de uma plataforma digital, os empregadores podem unificar o envio de informações dos trabalhadores ao governo federal como dados da previdência, vínculos, folhas de pagamentos, tributos fiscais recolhidos, FGTS, entre outros. 

Essa é uma maneira de diminuir a burocracia diante das empresas, sem a necessidade do preenchimento, entrega de declarações e formulários de cada colaborador, como anteriormente. Tudo é feito uma única vez e de forma digital, por meio do eSocial Empresas. 

 

Principais vantagens do eSocial para as empresas 

 

1. Menos burocracia

 

Um dos principais benefícios do eSocial é diminuir a burocracia dentro das empresas para entrega de dados trabalhistas. Afinal, ao implantar o sistema, o preenchimento de declarações como o RAIS, DIRF E GFIP não é mais necessário, já que tudo estará presente num único arquivo digital. 

Além disso, dados de contratações, demissões, troca de função, folha de pagamento, aviso prévio, tudo poderá ser lançado em tempo real. O que reduz também os riscos de não comprimento de prazos na entrega de declarações anuais ao governo. 

 

2. Melhora no relacionamento entre empregador e colaborador 

 

A empresa que cumpre com todas as suas obrigações, com certeza o colaborador se sentirá mais protegido, pois sabe que seus direitos estão assegurados. Como resultado para firma haverá o aumento da produtividade e otimização do tempo para realização das tarefas. 

O eSocial é a oportunidade da empresa trabalhar com transparência diante do governo, sociedade e colaboradores. Passo importante para quem busca destaque e um diferencial diantes dos concorrentes no mercado. 

 

3. Facilidade na tomada de decisão 

 

A falta de uma boa gestão é um dos fatores que faz com que as empresas não tenham sucesso. E como sabemos, esse ponto é fundamental para o reconhecimento. No entanto, com o eSocial esse processo é facilitado. 

Com os pontos estabelecidos e ideias centralizadas, vários setores da empresa se beneficiam com o eSocial, em especial o recursos humanos e a área contábil, que lidam diariamente com todos os documentos burocráticos da firma. 

Com a facilidade na busca por informações previdenciárias e trabalhistas dos colaboradores através do sistema é possível ter controle de tudo que acontece na empresa, facilitando a tomada de decisão assertiva e num tempo mais curto. 

 

Quais as mudanças do eSocial para 2020? 

 

Sim, depois de cinco anos de criação, o eSocial sofrerá algumas modificações. A proposta do Governo Federal é simplificar ainda mais o sistema e deixá-lo mais moderno. A primeira mudança é que o programa será substituído por dois novos sistemas: um dedicado para as informações trabalhistas e previdenciárias e o outro para as tributárias

O segundo é que haverá a simplificação das informações exigidas, quanto menor for a empresa, menos exigências ela terá que comprovar. O terceiro é que as pequenas e microempresas que hoje precisam aderir ao eSocial, estarão dispensadas. 

As mudanças passarão a vigorar em janeiro de 2020. Vale lembrar que o eSocial não estará suspenso, até a mudança total para o novo programa, por enquanto, apenas algumas informações deixarão de ser exigidas. 

 

Objetivos da mudança do eSocial 

 

– Foco na desburocratização: substituição das obrigações acessórias

– Não solicitação de dados já conhecidos

– Eliminação de pontos de complexidade

– Modernização e simplificação do sistema

– Integridade e continuidade da informação

– Respeito pelo investimento feito por empresas e profissionais

 

Essas são as principais mudanças do eSocial para o próximo ano. Ainda ficou com alguma dúvida sobre o programa e suas modificações? Siga o Facebook e Instagram da MCA Assessoria Contábil e saiba mais informações.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL